Benefícios do colágeno hidrolisado

Benefícios do colágeno hidrolisado

O colágeno é um desses ingredientes que possuem características funcionais, é uma proteína de origem animal, cuja função no organismo é contribuir com a estrutura dos tecidos. Confira abaixo quais são os benefícios do colágeno hidrolisado para a sua saúde!

O colágeno, em forma de fibras ou pó, pode ser submetido à reação de hidrólise, produzindo gelatina e o melhor colágeno hidrolisado.

O colágeno hidrolisado tem como característica principal sua composição de aminoácidos, fornecendo glicina e prolina, dois aminoácidos essenciais para estabilidade e regeneração das cartilagens.

Uma das principais causas do envelhecimento é a perda de colágeno pelo organismo que ocorre a partir dos 30 anos, quando o corpo começa a perder 1% da proteína ao ano, tornando necessária a suplementação a base de colágeno hidrolisado. A musculatura fica flácida, diminui a densidade óssea e as articulações e os ligamentos perdem elasticidade e força motora.

Essa forma do suplemento é feita através da extração do colágeno do osso e da cartilagem bovina, que será submetido ao processo de hidrólise (quebra das moléculas de proteína) para que seja melhor absorvido pelo organismo, sendo considerada a melhor forma de consumo, pois torna o colágeno puro, concentrado e livre de gordura, apresentados em forma de cápsulas e em pó, ingeridos por via oral.

Tipos de colágeno
Existem pelo menos 16 tipos de colágeno. Os quatro principais tipos são I, II, III e IV.

Tipo I: Este tipo é responsável por 90% do colágeno do corpo e é feito de fibras densamente compactadas. fornece estrutura para a pele, ossos, tendões, cartilagem fibrosa, tecido conjuntivo e dentes.
Tipo II: Este tipo é feito de fibras mais soltas e é encontrado na cartilagem elástica, que protege as articulações.
Tipo III: Este tipo suporta a estrutura dos músculos, órgãos e artérias.
Tipo IV: Este tipo ajuda na filtração e é encontrado em camadas da sua pele.
À medida que você envelhece, seu corpo produz menos e menos colágeno de qualidade.

Um dos sinais visíveis disso está na sua pele, que se torna menos firme e flexível. A cartilagem também enfraquece com a idade.

Nutrientes que aumentam a produção de colágeno
Todo o colágeno começa como pró-colágeno.

Seu corpo produz pró-colágeno combinando dois aminoácidos: glicina e prolina. Este processo usa vitamina C.

Você pode ajudar seu corpo a produzir essa proteína importante, certificando-se de obter os seguintes nutrientes:

Vitamina C: é encontrada em frutas cítricas, pimentões e morangos.
Prolina: é encontrada nas claras de ovos, germe de trigo, laticínios, repolho, aspargos e cogumelos.
Glicina: grandes quantidades são encontradas na pele de porco, pele de frango e gelatina, mas a glicina também é encontrada em vários alimentos contendo proteínas.
Cobre: é encontrado em carnes de órgãos, sementes de gergelim, cacau em pó, castanhas de caju e lentilhas.
VEJA TAMBÉM: Quais as vantagens da palatinose e quando utilizá-la?
Além disso, seu corpo precisa de proteínas de alta qualidade que contenham os aminoácidos necessários para produzir novas proteínas. Carne , aves, frutos do mar, laticínios, legumes e tofu são excelentes fontes de aminoácidos.

O que danifica o colágeno?
Talvez seja ainda mais importante evitar os seguintes comportamentos destruidores de colágeno:

Açúcar e carboidratos refinados: O açúcar interfere na capacidade do colágeno de se auto-regenerar. Minimize o consumo de açúcar adicionado e carboidratos refinados.
Muito sol: a radiação ultravioleta pode reduzir a produção de colágeno. Evite exposição excessiva ao sol.
Fumar: reduz a produção de colágeno. Isso pode prejudicar a cicatrização e levar a rugas.
Alguns distúrbios autoimunes, como o lúpus, também podem danificar o colágeno.
Benefícios do colágeno
Dois tipos de suplementos estão ganhando popularidade: colágeno hidrolisado (hidrolisado de colágeno) e gelatina. A gelatina é criada quando o colágeno é cozido.

Estes já dividiram a grande proteína em peptídeos menores, que são mais facilmente absorvidos pelo corpo.

Não existem muitos estudos sobre suplementos de colágeno, mas aqueles que existem prometem benefícios nas seguintes áreas:

Massa muscular: um estudo de 2015 em homens idosos mostrou que uma combinação de suplementos de peptídeos de colágeno e treinamento de força aumentou mais a massa muscular e força do que um placebo.
Artrite: Outro estudo deu suplementos para pessoas que sofrem de osteoartrite. Eles experimentaram um declínio significativo na dor durante o estudo de 70 dias, em comparação com aqueles que tomaram um placebo.
Elasticidade da pele: as mulheres que tomaram um suplemento mostraram melhorias na elasticidade da pele em um estudo de 2014. O colágeno também é usado em tratamentos tópicos para melhorar a aparência da pele, minimizando linhas e rugas.
Possui efeito antioxidante e antienvelhecimento.
Melhora da firmeza da pele.
Proteção dos danos articulares.
Anti-hipertensivo.
Proteção contra úlcera gástrica.
Cicatrização e regeneração dos tecidos em caso de corte ou cirurgia.
Auxilia na hidratação do corpo.
Manutenção e reconstituição da pele, dos ossos, dos tecidos cartilaginosos e da matriz extracelular.
Deixa unhas e cabelos, fortes, resistentes e brilhantes.
Oferece mais elasticidade para a pele, porém, isto terá pouca influência no aspecto e evolução da celulite.
Prevenção e tratamento de constipação e disfunções gastrointestinais devido ao consumo de fibras dietéticas.
VEJA TAMBÉM: Flor de jasmim e seus benefícios
Além desses citados, outros benefícios do colágeno hidrolisado em forma de suplementação é por ser um excelente aliado para pessoas que fazem dietas de baixas calorias, devido ao alto conteúdo de proteína e por não conter gordura e carboidratos, e grande quantidade de água, o que auxilia na sensação de saciedade.

Nos últimos anos, o colágeno vem sendo muito utilizado como ingrediente funcional na prevenção e tratamento da osteoartrite e da osteoporose. Doses diárias de 10g têm sido usadas, mostrando eficiência na diminuição de dores articulares e melhora da mobilidade desses pacientes.

Há muitos benefícios aos idosos e a outros grupos como atletas, pacientes no pós-operatório de cirurgias de grande porte ou que sofreram lesões graves ou queimaduras em que as propriedades imunoestimulantes e antioxidantes das
proteínas do soro de leite bovino e as propriedades protetoras e reparadoras das cartilagens e dos tecidos conjuntivos, atribuídas ao colágeno, possam agir beneficiando os idosos.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *